Blog

  • Home
  • Kennedi Lago e Ana Laura se consagram campeões da elite da Picos Pro Race Origens 2023
Kennedi Lago e Ana Laura se consagram campeões da elite da Picos Pro Race Origens 2023
  • 10 jul 2023
  • Mayara Martins - Assessoria de Imprensa - (86) 999869820
  • 71

Kennedi Lago e Ana Laura se consagram campeões da elite da Picos Pro Race Origens 2023

Foram dois dias intensos de provas desbravando as trilhas do sertão piauiense. A edição Origens da Picos Pro Race levou aproximadamente mil atletas oriundos de 18 Estados e 4 países. E no segundo dia de provas, os campeões da elite conseguiram manter o resultado positivo alcançado no primeiro dia de competição. Com uma diferença apertada, o baiano Kennedi Lago cruzou a linha de chegada após 3:43:29:126, seguido do mineiro Nicolas Machado e do paraibano Danrley Cavalcante. O pódio foi completado com os atletas Matheus Martins e Jair Soares.

Na elite feminina, Ana Laura Oliveira finalizou a prova com 4h46min13, seis minutos a frente da segunda colocada, Daniele Rios Santana. Em terceiro lugar, ficou a mineira Letícia Cândido, campeã da elite no ano passado, que finalizou o segundo dia de provas com 4h53min54. Carla Vilasboas e Enedina Rosemberg vieram logo depois, completando o pódio elite feminino.

Os resultados chamaram atenção pela proximidade dos atletas. Na elite masculina, a disputa foi decidida com apenas alguns milésimos de segundos de diferença. Foi na categoria também que uma cena chamou atenção. Nos últimos 3 km de prova, Kennedi sofreu uma queda que poderia tê-lo tirado do pódio, mas entendendo que ele comandava a primeira posição durante toda a prova, Nicolas Machado e Danrley Cavalcante o esperaram para cruzarem juntos a linha de chegada. Uma demonstração que o esporte é muito mais do que uma competição.

O campeão analisou a prova e destacou que vinha se mantendo constante até sofrer a queda. “Consegui retornar para a prova e conquistar a vitória no sprint. Parabéns ao evento por toda organização e aos atletas pela disputa. Picos Pro Race é uma verdadeira prova e o real mountain bike. Foi a minha segunda vez em Picos.Corri aqui quando estava iniciando a minha carreira profissional, em 2015. Retornar e sair com essa vitória foi muito gratificante, pois foi uma prova muito dura, o percurso bem misto, bastante trilha, alguns momentos de estradão, vento e a alta temperatura”, afirmou o atleta.

Se no primeiro dia de prova o sol deu uma trégua, no segundo dia ele fez jus ao slogan da competição: era um sol para cada atleta. “A perna já estava cansada e o sol apareceu, deixando ainda mais sofrido, mas a prova foi muito boa, consegui colocar um ritmo bom com a segunda e terceira colocada até quilômetro 35. Depois disso, consegui abrir e manter uma vantagem, mas foi bem sofrido. Picos entregou o que prometeu, é a minha primeira vez e hoje eu senti esse calor. O sofrimento bateu com o sol, com as subidas, o percurso foi pesado, mas foi legal”, afirmou Ana Laura.

No primeiro dia de prova foram aproximadamente 60 quilometros para os atletas que enfrentaram o percurso Ultra. No segundo dia de prova, os percursos foram diferenciados, com 95 km, 50 km e 22 km. A ideia é que todos pudessem se aventurar e se desafiar em um percurso que mesclasse estradão, mas também trechos com subidas, singles tracks e pedras.

Daniel Freitas, organizador da Picos Pro Race, disse que o momento era de gratidão pelo sucesso de mais uma edição da prova. “Essa é a 11ª edição da Prova e, graças a Deus, foi recorde de participação. Os atletas demonstraram, mais uma vez, um carinho com a nossa prova e isso é resultado de um trabalho que envolve mais de 300 pessoas trabalhando o ano inteiro para garantir o melhor para os nossos atletas, dentro e fora das trilhas. O nosso muito obrigado e reitero o compromisso de continuar fazendo uma prova que se supere, a cada edição”, comemora.

 O resultado completo você pode acessar no

https://www.chronomax.com.br/resultados/g-live.html?f=2023/2500/picos_pro_mtb.clax